DEPOIS DOS 30 – REPRODUÇÃO HUMANA EM SÃO PAULO

 

O número de mulheres que resolve esperar para ter um filho cresce ano após ano. De acordo com o Ministério da Saúde, o número de mães que tem o seu primeiro filho depois dos 35 subiu 65%, enquanto que a maternidade entre 20 e 29 anos caiu 15%.

 

A carreira profissional, bem como o adiamento de planos para casamento, são os principais motivos para que o desejo de ser mãe seja colocado um pouco mais tarde no projeto de vida pessoal das mulheres.

 

Com isso, a procura por métodos como fertilização in vitro e congelamento dos óvulos tem crescido para que as chances de ser mãe aumentem depois dos 30, podendo ter maiores possibilidades de concretizar a idéia da maternidade daqui alguns anos.