fertilização in vitro são paulo bebe de proveta
DeRedação / Notícias / 0 comentários

Fertilização In Vitro em São Paulo | Bebê de Proveta

Fertilização In Vitro em São Paulo

A fertilização in vitro, também conhecida como bebê de proveta é uma técnica que realiza a fecundação em laboratório utilizando os gametas coletados pelo doador, em seguida estes embriões são transferidos para o útero materno. Em 1978, o procedimento foi realizado pela primeira vez na Inglaterra e veio para o Brasil em 1983, neste período era chamado apenas de bebê de proveta.

Para quem é indicado a fertilização in vitro?

O procedimento é indicado após ocorrer o estudo da fertilidade do casal, utilizando exames específicos e análise do histórico familiar. A FIV (fertilização in vitro) é indicada principalmente nos seguintes casos:

Como é feito o procedimento?

Primeiramente ocorre a coleta dos gametas. Em alguns casos, o homem não possui gametas no sêmen, de modo que é necessário realizar uma punção ou biopsia para fazer a retirada diretamente dos testículos. Nas mulheres, ocorre a indução da ovulação utilizando injeções subcutâneas (gonadotrofinas) ou citrato de clomifeno por via oral. Normalmente são estimulados aproximadamente 12 folículos para que ocorra uma maior produção de óvulos para coleta. Indica-se o uso de gametas doados para mulheres na menopausa ou para homens que não sintetizam espermatozoides.

A próxima etapa do procedimento é a seleção dos espermatozoides e óvulos para serem colocados em uma cultura. Cerca de 100 a 200 mil gametas masculinos são usados para cada feminino, para que um deles chegue até o óvulo e forme o embrião. “Os riscos de malformação são os mesmos do que os de uma fecundação natural, pois o processo é idêntico ao que ocorre no útero, a única diferença é que ocorre em laboratório” explica a Dr. Amanda Volpato. Existe um risco de a fecundação não ocorrer, mas é muito raro e depende inteiramente da qualidade do material utilizado.

Após a formação do embrião ele é introduzido no útero da mulher. A idade da mulher determina a quantidade de embriões utilizados: 2 para mulheres com idade inferior a 35 anos, 3 para mulheres com até 40 anos e 4 para mulheres com mais de 40 anos. O método é similar ao exame do Papanicolau, utiliza-se um espéculo (aparelho utilizado para localizar o colo uterino) e em seguida um fino cateter é inserido no útero da paciente. O médico coloca o embrião utilizando um ultrassom que ajuda a indicar o local correto, que normalmente é a 1 centímetro do fundo do útero. A mulher pode sentir um leve desconforto. O exame para determinar se o método teve sucesso ocorre após 12 ou 14 dias.

Reprodução Humana | Bebê de Proveta em São Paulo

Para maiores informações, entre em contato com a Dra. Amanda Volpato — especialista em Reprodução Humana, atuando em SP.

 Agende sua consulta por telefone
(11) 3885-4333
 Atendimento
08.00 – 20.00
 Endereço da Clínica da Dra. Amanda
Abílio Soares, 1125 – Paraíso

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *