mioma uterino reprodução humana
DeHumberto Mingoranze / Notícias / 0 comentários

Mioma atinge 20 a 30% das mulheres em idade fértil e podem prejudicar a fertilidade.

Mioma atinge 20 a 30% das mulheres em idade fértil e podem prejudicar a fertilidade.

 

O mioma é uma espécie de nódulo que se desenvolve no útero da mulher, um tumor benigno. Por se localizar nessa região pode causar infertilidade. A incidência no Brasil é estimada em 20 a 30% nas mulheres com idade fértil.

Não existe uma causa especifica para a origem do mioma, mas em muitos casos há uma correlação genética, por isso quem tem histórico na família deve ficar mais atenta.

Existem quatro tipos de mioma, que pode ser de origem submucosa, ou seja, fica alojado dentro da cavidade uterina;

Intramural, fica na parede muscular do útero ;

Suberoso, posicionado na parede mais externa do útero;

Pediculado este fica para fora útero e fica ligado ao mesmo por um pediculado, uma membrana.

O mioma de origem submucosa é que pode acarretar a infertilidade, devido a sua posição mais perto da cavidade uterina, o seu tamanho também influencia, quando maior o nódulo maiores são as chances de distorcer ou contrair a região dificultando a implantação do embrião.

Dependendo do tamanho do nódulo é possível perceber sintomas como:

  • Sangramento uterino intenso e anormal, durante a menstruação ou no meio ciclo

 

  • Dores durante a relação sexual
  • Alteração na evacuação
  • Anemia por deficiência de ferro

O diagnóstico pode ser feito com um ultrassom transvaginal ou outros exames de rotina de imagem, que são capazes de identificar o nódulo.

 

Dra. Amanda Volpato CRM 122.447 – Medicina Reprodutiva – IPGO

Agende seu horário: (11) 3885-4333

 

#reproducaohumana #reproducaoassistida #infertilidade #infertilidadeconjugal #mioma #infertilidademasculina #infertilidadefeminina #casalinfertil #dnafertil #dnafértil #fertilizacaoinvitro #tentante #tentantes #tentantesunidas #tentantes2017 #tentantesdobrasil #tentantedobrasil #tentante2016 #tentantesnaluta #tentantenaluta #endometriose #testedegravidez #testedefarmacia #saúdedamulher #gineco #ginecologista

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *