QUALIDADE DO SÊMEN VAI DIMINUINDO EM TODO O MUNDO E COMO ISSO PODE AFETAR OS TRATAMENTOS DE REPRODUÇÃO HUMANA
DeHumberto Mingoranze / Notícias / 0 comentários

QUALIDADE DO SÊMEN ESTÁ DIMINUINDO EM TODO O MUNDO E COMO ISSO PODE AFETAR OS TRATAMENTOS DE REPRODUÇÃO HUMANA.

QUALIDADE DO SÊMEN VAI DIMINUINDO EM TODO O MUNDO E COMO ISSO PODE AFETAR OS TRATAMENTOS DE REPRODUÇÃO HUMANA.

 

Quando um casal identifica um problema de infertilidade é comum acreditar que a mulher é a principal responsável, mas sabe-se que não é bem assim que funciona. A infertilidade atinge 40% as mulheres, 40% os homens e 20% os dois.

 

Porém, diversos estudos em vários países do Mundo, inclusive no Brasil, vem identificando uma queda na qualidade do sêmen produzido pelos homens.

 

As suspeitas recaem sobre o estilo de vida, consumo de álcool, tabagismo, estresse e substancias químicas.

 

Um estudo realizado no Brasil identificou que a concentração seminal caiu de 86,4 milhões de espermatozoides por mililitro (ml) no período de 1989 até 1995 para 48,3 milhões entre 2011 e 2016, uma diferença de quase 50%. A porcentagem de motilidade (movimentação) baixou de 45% para 35%.

 

Embora os parâmetros ainda estejam dentro dos estabelecidos para OMC (Organização Mundial da Saúde) se essa queda continuar, os casais terão ainda mais dificuldade para engravidar no futuro.

 

Diversos outros estudos em diferentes regiões apresentam declínios similares, na ordem de 50% a própria OMS alterou os parâmetros, em 2010 o padrão de concentração mínima foi reduzido de 20 milhões por mililitro para 15 milhões, devido à análise de vários estudos sobre o tema.

 

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DA QUEDA DA QUALIDADE DO SÊMEN NO MUNDO?

 

Infelizmente as pesquisas não relacionaram aspectos comportamentais dos pacientes, mas existem várias suspeitas, uma delas é a possibilidade de o feto masculino receber maiores dosagens de hormônios que afetam a função testicular, esses hormônios conhecidos como “desreguladores endócrinos” podem estar presentes em pesticidas, solventes e recipientes de plástico, por exemplo.

 

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool também podem afetar a fertilidade masculina, diversos estudos relatam piora na qualidade do sêmen por esses motivos.

 

A obesidade é outro fator que precisa ser considerado, pois também altera a qualidade do sêmen.

 

Por último e não menos importante são pesquisas que sugerem que os smartphones imitem ondas eletromagnéticas que afetam a função testicular, bem como o uso frequente de notebook no colo do homem pode reduzir os índices de qualidade do sêmen.

 

Dra. Amanda Volpato CRM 122.447 – Medicina Reprodutiva – IPGO

👉📲 Entre em contato pelo whats: https://goo.gl/sQHkfJ

👉📲 Agende seu horário: (11) 3885-4333

Saiba mais em: https://goo.gl/g6w96D

#infertilidade #fertilidade #reproducaohumana #reproducaoassistida #infertilidadeconjugal #infertilidademasculina #fertilizacaoinvitro #tentante #tentantesunidas #tentantes2018 #tentantesdobrasil #testedegravidez #ginecologista #endometriose #fiv #tentantes #vencendoainfertilidade #realizandosonhos #maternidade #gravidez #ipgo #endometriose #reproducaohumana #reproducaoassistida #vempositivo #acreditesempre

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *