A ovodoação é um tratamento da reprodução assistida, na qual uma mulher doa a outra seu óvulo, que será fecundado pelo parceiro da receptora, com fertilização in vitro, após o processo de fecundação o óvulo fecundado é implantado no útero da receptora para iniciar o processo da gestação.

Ambas as mulheres recebem medicação para estimular a produção de óvulos que serão doados e para preparar o organismo da receptora para a gestação.

ovodoação doação de óvulos tratamento

A ovodoação é indicada para mulheres que não possuem óvulos em quantidade suficiente ou com as características necessárias para gerar uma bebe.

O processo acontece em total anonimato, ambas as partes não podem ter grau de parentesco nem nenhum outro envolvimento, a doadora se abstêm de qualquer direito da criança que será gerada e não terá nenhum conhecimento sobre sua identidade ou de seus possíveis pais.

Essas regras são necessárias para evitar dificuldades legais e garantir a segurança de todo o processo e dos envolvidos, para que o ato de doação seja totalmente altruístico.

Algumas indicações

  • Mulheres em idade avançada.
  • Mulheres com falência ovariana devido a menopausa, falência ovariana prematura ou outros problemas nos ovários.
  • Mulheres que não podem utilizar os seus próprios óvulos, ou pela má qualidade dos mesmos ou por doenças hereditárias que não podem ser detectadas através das técnicas de DGP (Diagnóstico Genético Pré-implantação); mulheres com fracassos repetidos de Fecundação in Vitro.
  • Mulheres com ovários inacessíveis para a obtenção de óvulos.
  • Abortos de repetição.
  • Alterações cromossômicas na mulher ou nos embriões.